Chegamos, finalmente, à Season Finale de Game of Thrones e, mesmo estando na correria, eu precisei vir aqui comentar o último episódio dessa temporada que, para mim, foi o melhor de todos e, talvez, a minha finalização preferida de todos esses seis anos.

**ESSE POST TERÁ SPOILER DO EPISÓDIO 10 DA 6ª TEMPORADA DE GAME OF THRONES**

A trilha sonora desse episódio foi impecável, nunca antes me senti tão impactada e levada pela música de um episódio de Game of Thrones como fui nesse último. Foi dramática, pontual, foi potente e silenciosa quando precisou. Especialmente no núcleo de Porto Real, você já pressentia a tragédia que estava prestes a acontecer, a tensão que crescia e emergia por todos os cantos a cada compasso. Fiquei surpresa.

Foi em Porto Real que a virada mais categórica aconteceu. Era o momento do julgamento de Loras Tyrell e Cersei Lannister pela Fé Militante. O Septo de Baelor  estava lotado dos pardais, dos nobres, daqueles que julgariam. Estavam ausentes, contudo, o Rei Tommen (ainda em seus aposentos) e Cersei. Primeiro, Loras admitiu todos os seus pecados  – inclusive, e principalmente, ter se deitado várias vezes com Renly Baratheon – e oferece sua vida para lutar pela Fé, tendo a estrela de sete pontas marcada em sua testa logo em seguida.

loras margaery

Só então que as coisas começam a ficar estranhas por ali, pois Margaery, nada estúpida, repara que é muito suspeita a ausência de Cersei – que precisa ser julgada – e do seu filho e afirma ao Alto Pardal que, certamente, algo de ruim está planejado para acontecer naquele local e que todos devem sair imediatamente. Ele a ignora certo de que tudo está sob controle. O que ele não sabe é que, de fato, Cersei está longe dali na Fortaleza Vermelha observando calmamente o Septo de Baelor enquanto Montanha impede que Tommen vá para o Julgamento sob onde há estoques de fogovivo. É, aquelas chamas verdes com alto poder de destruição, que Lancel Lannister descobre, mas – esfaqueado na perna por um dos ‘passarinhos’ de Qyburn – não consegue apagar a tempo.

fogovivo

Margaery, Loras e Mace Tyrell, Kevan Lannister, o Alto Pardal, todos os pardais, aqueles que foram assistir ao julgamento e estavam ao redor: todos explodem pelos ares junto com o fogovivo. Cersei Lannister observa de longe enquanto bebe seu vinho absorta em seus pensamentos já nitidamente mais louca do que antes.

Tommen também viu o que aconteceu e parece que o papel do Montanha era cuidar do pequeno Rei apenas até a explosão, pois ele pôde ficar sozinho após isso tempo o suficiente para se matar pulando da janela dos seus aposentos. O último filho de Cersei morto e Cersei coroada Rainha.

cersei rainha

Jaime chega a tempo de ver o estrago em Porto Real e a coroação acontecendo. A cara dele foi de total incredulidade. Foi embora apaixonado – terrivelmente e inacreditavelmente apaixonado – e se deparou com a versão feminina de Aerys II. Será que foi esse contraste que os produtores quiseram trazer para o fim do romance incestuoso Lannister?

No Norte, Tio Benjen se separa de Bran e Meera, pois não pode ultrapassar a Muralha. Como os leitores já sabem, há magias na construção dela que não permitem que os mortos revividos consigam transpassar essa barreira – até então. Para que a história fique complicada, em algum momento essa Muralha vai ter que cair ou essa condição mudar, certo? Basta saber como. Eis, então, que Bran encontra uma árvore sagrada e resolve voltar para a cena que ele, eu e você gostaríamos de terminar de ver faz tempo: a Torre da Alegria.

ned stark lyanna torre da alegria

Ned Stark novinho, finalmente, sobe a Torre e encontra Lyanna Stark ensanguentada na cama, como todas as teorias diziam. Ela está morrendo, diz algo em seu ouvido que não podemos ouvir e fala que “Robert vai matá-lo se souber” e, então, ouvimos e vemos um bebê. “Me prometa, Ned. Me prometa“. Essas palavras que ecoaram na cabeça de Eddard Stark até o fim e que nos fizeram levar a teria de R+L=J pra frente e agora confirmar: o bebê é Jon Snow. Jon Snow não é um bastardo do honrado Ned e sim um filho da sua irmã Lyanna com Rhaegar Targaryen, segredo esse mantido durante toda uma vida para evitar que um Robert Baratheon explosivo e com sede de sangue Targaryen assassinasse o seu sobrinho. Quando será que Bran contará esse segredo ao primo?

Em Winterfell, Mindinho faz uma proposta de casamento à Sansa Stark que, segundo ele, deve ser a verdadeira Rainha do Norte e não um Bastardo como Jon – criando a intriga entre “irmãos”. Porém, depois, graças a um discurso da pequena, forte e maravilhosa Lyanna Mormont, Jon Snow é aclamado pelos Lordes nortenhos como o novo Rei do Norte, o Lobo Branco. Quem parece que não gostou nada disso foi o Petyr Baelish, que viu seus planos indo por água abaixo.

jon snow king

Sor Davos, com um delay enorme, confronta Melisandre sobre a morte de Shireen e pede a Jon Snow que a Sacerdotisa Vermelha seja condenada à morte por isso. Claro que ela coloca tudo na conta do Deus da Luz e usa como exemplo a ressurreição do rapaz ali né – a carta na manga. Mas Snow, pesa gratidão e justiça e ordena que ela siga para o sul e nunca mais retorne ou seja morta. Assim ela faz. Apenas acho que, realmente, ela poderia ser importante na luta contra os Outros.

will-daenerys-finally-venture-across-to-westeros

Daenerys está (finalmente!!) indo para Westeros. Antes disso, ela termina seu relacionamento com o amante Daario Naharis, que não gosta nada disso, pois a Rainha ordena que ele permaneça em Meereen com os Segundos Filhos, mantendo a paz e as ordens que ela deixou na Baía dos Dragões (antiga Baía dos Escravos). Ao mesmo tempo, Danny está mais próxima de Tyrion e confiando muito em seus conselhos. Prova disso é que ela o nomeia como Mão da Rainha, deixando-o emocionado e nitidamente grato. Imagina Tyrion voltando pra Westeros com uma frota enorme de navios, dragões, fogo e sangue contra a irmã que o quer morto?

É isso que está acontecendo. Dorne e Olenna Tyrell estão juntos com Daenerys graças a Varys. Os navios já estão no mar rumo a Westeros: Daenerys com seu Khalasar, os navios de Yara Greyjoy, as forças de Dorne e dos Tyrell. Pois é, Cersei. Acho que você mesma está cavando suas profecias.

daenerys westeros

Colocando mais teletransporte em Westeros, Arya preparou uma torta para Lorde Walder Frey com sabor dos seus filhos e se vingou do Casamento Vermelho, cortando a garganta do Lorde aproveitando os ensinamentos da Casa do Preto e do Branco. Parece que a garota roubou alguns rostos antes de ir para Westeros. Me pergunto se não tem problema ela fazer isso ou se ela pode ser uma ninguém e uma Stark ao mesmo tempo – alguém sabe? Não vejo a hora de ela chegar em Winterfell (espero que isso aconteça!).

Em tempo: Sam chega com Gilly na Cidadela para, finalmente, se tornar um Meister. Fica a dúvida do que será da selvagem com o filho por lá enquanto ele aprende tudo – e como tem o que aprender no centro de todo os conhecimentos de todas eras!


Esse, pra mim, foi o melhor episódio dessa temporada. Melhor, inclusive, que o episódio 9! O que vocês acharam? Deixa o seu comentário!

Não deixe de se inscrever no meu canal no YouTube pra acompanhar mais conteúdos como esse, é só clicar no botão de se inscrever aqui embaixo oh:

inscrever

Lá no YouTube, tenho também uma PlayList só com conteúdos de Game of Thrones. CLICA AQUI para acessar e assistir tudo!

Comentários

  1. Eu O D I E I esse episódio!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Sabe a sensação de ver seu personagem favorito, da sua série favorita morrer? Você acha que ela vai morrer nos livros também? Não li nenhum, mas parece que ainda faltam dois livros pra serem lançados… R.I.P Margaery Tyrell.

    • Game of Thrones acontece isso né? Todos estão sujeitos a morrer, infelizmente. Acredito que nos livros ela pode acabar morrendo, sim, mesmo que de outra maneira.

  2. – Olha, eu gostei desse episódio ,mas o nono é ainda meu favorito. As cenas de Porto Real foram todas maravilhosas e chocantes, o que foi aquela cena dos passarinhos com Meistre Pycelle, sem falar na explosão do Septo de Baelor(acarretando a morte de varias pessoas de forma indiscriminada) .A morte do gentil Tommen, que passou uma vida toda sendo peão nas mão dos outros sem nunca ter feito algo por vontade própria , por fim a coroação de Cersei é algo para se temer já que não há mais qualquer traço de humanidade nela nem amor nem medo, talvez Jaime tenha que mais uma vez cumprir seu papel e ser bicampeão na categoria regicida.
    – Bom, a cena nas Terras Fluviais foi interessante, despertaram questionamento e satisfação, ficava me questionando de como Arya Stark havia chegado lá feito tudo aquilo ( bom acho que não teremos respostas adequadas e vida que segue), por outro lado apenas a única Stark presente na região no dia do Casamento Vermelho teria o direito de se vingar, já que não temos Lady Stoneheart .
    – Agora algo que para mim já mais poderá ser consertado na série é Dorne (me parece que os roteiristas queriam criar na seaosn 6º um girl power entre Elaria e as Sands Snakes,mas nossos “migos” confundiram questões fundamentais do feminismo) mataram Doran e deram seu papel de forma diluída para Elaria e Varys; afinal aquela frase Fogo e Sangue é dita por ele nos livros —- o que me leva a um ponto sobre o Aegon dos livros realmente ser que diz que é uma vez, que Varys foi colocado para fazer parte de outro enrendo na série , afinal, pq perder tempo e dinheiro na série acrescentando um personagem que na terá um impacto geral na história. O que vc acha? —- Bom voltado, a explosão no septo serviu para duas coisas vingança de Cersei e união e Vingança entre os Martell e Tyrell ( duas casas que se odeiam) já que vovó Olena perdeu Mance, Margaery e Loras Tyrell é pelo visto o velho provérbio árabe – “o inimigo de meu inimigo é meu amigo” nunca fez tanto sentido dentro do mundo de GoT.
    -Sobre Mereen e teletransporte a parte temos , na primeira cena damos tchau Daario ainda bem (só espero não ter traição dele com uma aliança entre Cersei/Euron),na segunda cena adorei a conversa franca entre Tyrion e Dany que parecem te se entendido uma é conquistadora o outro é o mediador o diplomata boa dupla. Rumo a Westero!
    -Agora na Cidadela Sam e Gilly que levaram uma temporada inteira aparentemente os únicos personagem a não usar a tecnologia do teletransporte foi lindo, espero altas descobertas lá.
    -Agora o Norte ver a Lady Sansa dar um passa fora no Mindinho não tem preço,mas ao mesmo tempo parece que ele ainda tem o poder de mexer com a cabeça dela , pois sempre que pode a faz lembrar de seu direito de nascença como protetora ou rainha do Norte e da bastardia de Jon Snow. Em um outro momento vemos através da visão de Bran a confirmação da teoria R+L= J , resta saber como Bran dirá isso a Jon e como fazer com que ele acredite,no entanto Jon (tadinho) deixou de ser um bastardo Stark para ser um bastardo Targaryen, e por isso apesar de lindo a cena de sua nomeação foi errada, o Norte por direito é de Sansa ou até que Bran apareça , certeza que nada de bom vai nascer dessa história. (Algo que em nossa república discutimos, os roteiristas vão mais uma vez colocar na boca da personagem a fala vc não perguntou nada para mim Jon,porém se pressupomos que visão que os roteirista quer passar dela é uma personagem empoderada não tem que ter a permissão de Jon para falar, ela se manifesta e pronto, tal como Dany, Iara,Olena e Lyanna Mormont fazem, caso contrário mais uma vez eles estão tirando dela sua capacidade de decisão e que espera ter a permissão de alguém para falar o que está pensando). O que vc achou da história do Mindinho sobre o trono de Ferro? Nossa mto simplória demais e o Mindinho do jeito que é jamais ariscaria sua cabeça num trono que levou mtos a morte. Ufa acho que falei demais.

    • Então, vamos lá:

      Sobre Varys: acho que, na série, já está linear demais, óbvio demais, seguindo um rumo muito simples – o de apoiar a Daenerys e pronto. Seria uma reviravolta legal e típica de GoT se, de repente, houvesse alguma intenção escondida por trás disso tudo. Gostava mais quando ele era um personagem misterioso junto do Mindinho.

      Sobre Mindinho: achei simplório ele querer o Trono de Ferro, tão óbvio, tão clichê. Sinceramente imaginava algo mais simbólico, mesmo que ascender sobre a queda de todas grandes casas do que simplesmente sentar nessa posição.

      Obrigada pelo comentário! É sempre bom ter opiniões assim. 🙂

Escreva um Comentário